Alergia a Cloreto de Cobalto e a Sulfato de Níquel: Saiba mais!

Oooi, pessoal!!
Não, não é miragem! Eu volteeei! kkkkk

♫♫Euuu vooolteeei. E agora é pra ficaaar! ♫♫

Sim, passei muito tempo longe do blog. E agora venho explicar o porquê!

Ano passado tive uma alergia desencadeada por detergente. E essa alergia não curava nunca, mesmo eu não mexendo mais com o produto. Foi aí que decidi ir na alergista fazer o exame e  descobrir a que exatamente era a alergia.

E o teste deu positivo para dois componentes completamente desconhecidos por mim até então: cloreto de cobalto e sulfato de níquel!

Existe pouquíssima informação na internet sobre esses componentes, então vou disponibilizar algumas que encontrei! Segundo li, o cobalto está presente em esmaltes azuis, vermelhos, pretos e cores escuras e em esmaltes em que o azul faça parte dos pigmentos. O sulfato de níquel está presente nos cintilantes.

O problema é: eles não estão presentes na descrição da composição dos esmaltes, mesmo que tenha no produto! Aí complica, né???

Consegui as informações das seguintes marcas: os esmaltes da Granado, Derma Nail e Mavala são livres de cobalto. O cloreto de cobalto pode aparecer na composição como: “Cobalt Blue”, “Cobaltous Chloride” ou “Cobalte chloride”.

 

A minha alergia aparecia nas cutículas, a pele ficava totalmente ressecada e bem mais grossa que o normal. Embaixo das unhas também apareciam bolinhas e davam muita coceira.

 

Como já sabemos, os maiores causadores de alergia são o tolueno, o formaldeído e o DBP. E nós, esmaltólatras de plantão, já tem muito tempo batemos sempre nessa mesma tecla: da importância dos esmaltes serem 3free (ou seja, que não possuam esses três componentes). Por quê? Porque esses elementos são provocadores de alergia, isto é, mesmo que você não tenha qualquer reação a esses elementos, entrando em contato com eles (usando os esmaltes) você pode desenvolver a alergia! E o formaldeído é até mesmo cancerígeno (aqui uma dermatologista afirma isso)!!

Nesse mesmo link, uma gerente de marketing da Colorama explica para que cada uma dessas substâncias é usada nos esmaltes: “O DBP, ou Dibutyl Phthalate, é usado como plastificante e aumenta o brilho e flexibilidade, enquanto o tolueno (derivado do benzeno), é o solvente tradicional do esmalte. Por fim, o formaldeído, substância que compõe o formol, está presente em algumas resinas do esmalte para aumentar a aderência, o brilho e durabilidade do cosmético”.

EMPRESAS BRASILEIRAS, pelo amor de Deus, invistam em esmaltes no mínimo 3free!! Não só demonstra que vocês se importam com suas consumidoras, mas também MANTÉM o seu público consumidor. A cada alergia que surge de esmalte é uma consumidora a menos para o produto que vocês vendem!!!

 

Ainda tem o cloreto de cobalto (que é o meu caso). Desde de que fiz o teste, comecei uma pesquisa louca por esmaltes que não possuíssem esse composto. Pois a alergista simplesmente disse “Você não vai poder mais utilizar esmaltes!”. Gente, tá faltando aulas de humanidade nos cursos de medicina. Sério! hahaahaha Eu fiquei DESOLADA (de verdade mesmo). Imagina, minha vida gira em torno desses vidrinhos maravilhosos!! E mesmo os hipoalergênicos não serviam pra mim.

Bom, sofri por um bom tempo até que coloquei a mão na massa. O que eu fiz? Testes, é claro! Como havia lido que os esmaltes da Mavala não possuem o cobalto, usei uma base deles e já testei com esmalte da própria marca, com um esmalte da Granado e até mesmo com um hipoalergênico da Impala. Estou indo aos poucos, tateando no escuro. Por enquanto, tem dado certo. Por isso, depois de muito desânimo, agora estou disposta a voltar com esse espaço que eu gosto tanto e que já me apresentou tantas pessoas maravilhosas!

 

Desculpa escrever tanto, mas não consegui explicar de forma mais reduzida!!! haahahah

Espero que tenham gostado!!
Se tiverem qualquer informação a adicionar sobre alergias a esmalte em geral, comentem!
Beijos!

Artigo publicado em Etc. Bookmark the permalink.

7 Comentário para Alergia a Cloreto de Cobalto e a Sulfato de Níquel: Saiba mais!

  1. Juliana diz:

    Entro nessa campanha com você! Empresas mudem suas fórmulas! ! Eu não era alérgica e me tornei , se os esmaltes já fossem todos livres dessas substâncias nunca teria passado por aquela coisa horrorosa!
    Sobre o cobalto eu não sabia antes de vc contar. Ao níquel tenho alergia tbm , um saco.
    Espero que sua alergia minimize e que seus testes sejam bem sucedidos pra poder usar uma gama maior de marca!
    Bem vinda de volta!

    ???❤❤❤

  2. Elaine diz:

    Não fazia ideia disso…
    Uma pena aprendermos de maneira tão ruim né, mas bom demais você esclarecer e ajudar todas nós que amamos colorir as unhas e ficar mais atentas.
    Que bom que voltou, seja mais que muito bem vinda.
    😉

    Bjim…
    >>blog Usei Hoje<<
    Instagram | Twitter | Fan Page

  3. Oi sumida, bom que voltou! Ninguém merece alergia, ainda bem que descobriu a causa, agora é pesquisar os lindos que pode usar

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

  4. Samara diz:

    Andreeeeeessa, vc voltooooou ?
    Mas cara, que tenso essa coisa da alergia e ainda mais ha componentes que sequer sao citados. Os rotulos dos esmaltinhos!
    Tem medicos e medicos, amiga, relaxe. Nao duvido que tenha aulas de sensibilidade no curso, mas e dificil o ego e o super ego deles deixarem seguir…
    Espero que seus teste deem certo e que vice continue nesse cantinho maravilhoso!

    coloresam.com

  5. Leila diz:

    Tadinha!
    Pelo menos descobriu do que é sua alergia e ainda existem alguns poucos esmaltes que vc pode usar. Vou te dar meus Mavalas <3

  6. Rosemary diz:

    Nossa Dessa, tive o mesmo problema. Adorei que você compartilhou isso conosco, há pouca informação sobre isso. Valeu =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*